Marketing Digital, Mercado Imobiliário

Como aplicar a LGPD na estratégia de marketing

LGPD na estratégia de marketing

A LGPD, Lei Geral de Proteção de Dados teve sua sanção em setembro de 2018, mas somente entrou em vigor em 2021 e trouxe mudanças significativas relativas aos dados compartilhados pelos clientes. Nesse sentido, muitos se perguntam como aplicar a LGPD na estratégia de marketing. Vamos bater um papo sobre o assunto?

A LGPD surgiu a partir de uma lei similar da União Europeia e tem o intuito de unificar as normas relativas à coleta, armazenamento, processamento e uso dos dados compartilhados pelos clientes com as empresas e organizações. Isso porque muitos dos dados compartilhados são pessoais os quais demandam de cuidados especiais.

A partir da sanção da lei e agora oficialmente em vigor, as estratégias digitais de marketing devem se adequar a ela. Vamos ver como aplicar a LGPD na estratégia de marketing?

Para começar muitas das técnicas anteriormente utilizadas continuarão em uso, mas para isso precisam ter o atendimento a lei em primeiro lugar.

Como aplicar a LGPD na estratégia de marketing?

Geração de leads

A geração de leads continuará sendo uma prática comum e muito utilizada. Mas a compra de listas prontas, que já não era indicada para as estratégias de marketing agora estão proibidas por lei.

Para que as empresas continuem a trabalhar com formas de geração de leads precisam partir do princípio de autorização do lead e igualmente a necessidade de coleta, armazenamento e processamento destes dados.

Na prática, para que as empresas possam coletar e armazenar os dados do seu titular o consentimento deve ser dado de maneira clara e objetiva e as premissas para esse compartilhamento não poder ser alteradas após a autorização feita.

Igualmente o titular dos dados coletados deve ter conhecimento da finalidade do armazenamento dos seus dados.

Uma maneira de obtenção da autorização do lead é justamente através do formulário de conversão no qual é possível que ele autorize os diferentes usos que você pretende ou espera fazer com os dados obtidos.

Marketing de conteúdo ganha força

Com a chegada da LGPD as estratégias de marketing de conteúdo devem ganhar força. Isso porque o marketing de conteúdo por si só preza um relacionamento mais orgânico com os possíveis consumidores/clientes.

O intuito do marketing de conteúdo já é naturalmente levar ao engajamento de modo que o lead se sinta interessado em receber os seus conteúdos.

A partir da interação com o seu conteúdo a partir do engajamento o lead não será apenas mais um número, mas sim de fato um potencial cliente.

E-mail marketing

Para continuar a utilizar a prática do e-mail marketing é preciso que a sua empresa realize uma atualização das suas listas de contatos.

Essa atualização é fundamental para verificar se todos os contatos presentes em suas listas autorizaram estar na respectiva lista e receber o material enviado. Do contrário a lei estará sendo descumprida, enviando material a usuários que não expressamente o autorizaram.

Os usuários que eventualmente estejam em sua lista de contatos, mas que não tenham fornecido autorização para o envio de e-mails poderiam passar por uma estratégia de reengajamento.

Os contatos poderiam optar por serem ou não contatados. Mas essa estratégia estava passível aplicação apenas antes da Lei Geral de Proteção de Dados efetivamente entrar em vigor. O que como vimos ocorreu em setembro do ano passado.

Anúncios segmentados serão desafio

Os anúncios segmentados se utilizam especialmente de dados pessoais específicos de um determinado usuário para personalizar as campanhas as quais ele terá acesso.

Nesse caso específico o usuário precisará ser informado a cada nova campanha sobre o uso dos seus dados. Isso porque a cada campanha diferente o uso dos seus dados igualmente pode ser alterado.

Agora que já sabe como utilizar a LGPD na sua estratégia, você precisa de ótimas oportunidades para ofertar.

Aliste-se agora mesmo na Tropa de Vendas, receba a maior comissão do mercado imobiliário! Aqui não perdemos venda!