Primeiramente, antes de fazer uma análise dos métodos construtivos dos imóveis é importante saber quais são os tipos de imóveis mais comuns.

Para o corretor de imóveis estar a par dos sistemas construtivos mais comuns que existem é essencial! Por isso criamos um guia neste post para que você conheça os principais tipos de construção, métodos e vantagens de cada um.

Por que é importante conhecer os método de construção dos imóveis?

O método de construção causa um impacto significativo no imóvel. Dependendo do método construtivo, o planejamento da reforma pode ficar mais favorável ou ser impedido influenciando, inclusive, no conforto térmico e em questões acústicas.

Quais são os três métodos de construção de imóveis?

No Brasil há diversos fatores que interferem na construção de imóveis como, por exemplo: matérias-primas disponíveis, o desenvolvimento da indústria da construção civil e, falando de apartamentos, há três métodos que se destacam:

  • A construção por alvenaria pelo método tradicional
  • Pré-fabricados
  • Alvenaria estrutural.

Vamos detalhar cada um deles no decorrer do artigo.

Para entender mais desse assunto com quem entende, faça parte da nossa Tropa de Vendas.

Alvenaria tradicional

É o mesmo que alvenaria convencional ou de vedação, que consiste em uma estrutura de concreto armado com vigas e lajes. Esta é a base estrutural da edificação. A alvenaria no caso, tem a função de vedar, de cobrir esses elementos, bem como serve para passar toda a fiação elétrica e encanamentos.

Essa técnica de construção é a mais comum no Brasil, visto que a matéria-prima do tijolo, a argila, é encontrada em grande quantidade no país.

Há também a questão da mão de obra, que não exige especialização avançada, o que pode ser positivo, visto que vivemos no país onde a mão de obra é bastante escassa.

Algumas vantagens desse sistema, são:

– Possibilidade de criar grandes vãos;
– Mão de obra e materiais em grande fartura;
– Menor exigência à qualificação de mão de obra.

Desvantagens:

– Altos custos;
– Geração de resíduos em abundância;
– Tempo de execução mais demorado.

Alvenaria estrutural

Conhecida também por autoportante, a alvenaria estrutural, como o próprio nome diz, tem por função estruturar e vedar os ambientes. Ela é composta pela utilização de tijolos de cerâmica e concreto. Neste tipo de projeto um bom planejamento e execução é extremamente importante visto que as partes elétricas e hidráulicas precisam estar muito bem instaladas.

É preciso muito conhecimento em alvenaria estrutural, tanto técnico quanto específico, além de mão de obra especializada. Tudo precisa estar muito bem alinhado pois, caso contrário, toda estrutura pode entrar em colapso e desmoronar.

Uma das vantagens desse método, é a rapidez na construção e menos desperdício de materiais. A desvantagem, é que depois de pronto, há mais dificuldade de futuras reformas, visto que os vãos são limitados.

Elementos de concreto pré-fabricados

Um método construtivo que vem ganhando cada vez mais adeptos, são os feitos com elementos pré-fabricados. A vantagem é o tempo de entrega da obra, que se torna mais rápida, visto que as peças são confeccionadas em fábricas e entregues já prontas para a obra, reduzindo atividade e desperdício no local da construção.

A sustentabilidade é outro fator vantajoso deste método, pois gera menos resíduos, beneficiando o meio ambiente. As desvantagens, são o alto custo da obra e o aumento da necessidade de pessoal capacitado.

Antes de decidir por um dos fatores, faça uma análise detalhada de cada um

É importante um planejamento sempre entes de iniciar qualquer empreendimento. No caso dos métodos construtivos, é importante fazer uma análise térmica de cada um.

Para lugares de clima tropical, a alvenaria dá muito certo. Já a alvenaria estrutural é mais indicada para regiões de clima mais temperado e ameno. Para os pré-fabricados, é preciso analisar cada caso isoladamente.

Com essas informações, o consultor imobiliário já pode ser ajudado na hora de vender ou alugar um imóvel. O método de construção é um fator que sempre deve ser analisado, pois dele depende diretamente a moradia, o conforto térmico e a possibilidade de futuras reformas.

Que tal compartilhar este post com seus amigos em suas redes sociais para que eles possam entender melhor sobre o assunto? Aproveite e siga-nos no nosso Facebook, Instagram e LinkedIn e acompanhe sempre as nossas postagens do blog por lá.

Ainda não faz parte da tropa?
Clique aqui e aliste-se!

 

Fonte:

https://www.imovelweb.com.br/noticias/reforma-e-construcao/entenda-os-metodos-de-construcao-do-seu-apartamento/

https://entendaantes.com.br/sistemas-construtivos/

https://blog.vprimoveis.com.br/construcao-de-apartamentos/

https://fiis.com.br/artigos/analisando-o-padrao-construtivo-de-um-imovel/